segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Podem dizer!

Se alguém perguntar por mim
Diz que fui por aí
Levando um livro debaixo do braço

Em qualquer esquina eu paro
Em qualquer livraria eu entro
E se houver motivo
É mais um livro que eu leio

Se quiserem saber se volto diga que sim

Mas só depois que a saudade se afastar de mim

Só depois que a saudade se afastar de mim

(Homenagem ao querido Zé Keti)

5 comentários:

cadeorevisor disse...

Perdão pela ignorância: é uma música? O texto é seu? Adorei!

Abraço,

Pablo
http://cadeorevisor.wordpress.com

Cristiane disse...

Olá! Quem me dera!!
Esta música é do falecido sambista Zé Keti, o mesmo de Opinião, Mascarada e tantos q vc já deve ter ouvido. Chama-se Diz que fui por aí, mesmo... só que fala de violão, bar, coisa do morro...
Procure, vc vai amar!
Cris

cadeorevisor disse...

Cris, aconteceu uma coincidência agradabilíssima.
Visitei o Rio neste fim de semana e quis fazer um programa bem carioca.
Fui à Lapa, entrei em um boteco, pedi um chope e um frango a passarinho e fiquei ali papeando e esperando a roda de samba.
Quando os músicos começam a tocar a primeira música, quem diria? Zé Keti, "Diz que fui por aí".
Deu vontade de vir correndo comentar.

Beijo,

Pablo
http://cadeorevisor.wordpress.com

Laura Fuentes disse...

Viu só, Pablo? Nosso movimento consegue trazer até as coisas boas do passado de volta, e mostrar a jovens como você coisas lindas da cultura brasileira de décadas atrás. Virou fã do Zé Ketti, né? Legal.

cadeorevisor disse...

Lógico, Laura. Muito bom!
Mas não sou tão jovem assim. Eu disfarço bem as rugas. :-D

Abraço,

Pablo.